AJPII concretiza a realização de um sonho: a construção de um imóvel

      No dia 11 de setembro, no Bairro Vila Nova em Porto Alegre, foi realizada a inauguração de um imóvel que foi planejado pelo grupo de voluntários do Jantar Dançante da Solidariedade e direção do Abrigo João Paulo II. Este projeto contou com o apoio da sociedade para sua realização.

      Um sonho que teve início em 2012, com a realização de jantares beneficentes para angariar recursos e construir um imóvel. Este sonho foi concretizado ontem, com a inauguração da casa onde será a casa-lar Sagrada Família.

     Tudo começou em uma reunião de preparação do tradicional Jantar Dançante da Solidariedade, onde o grupo que o realiza sugeriu que o Abrigo João Paulo II adquirisse um terreno para posterior construção de uma casa-lar. A doação do terreno, por parte da congregação, foi o primeiro passo e o apoio da sociedade durante 8 anos, possibilitou a arrecadação e a construção do espaço.

      A casa construída possui 272m2 com 6 dormitórios, 6 banheiros, cozinha e sala de estar com refeitório conjugado, garagem, lavanderia, churrasqueira e amplo pátio com árvores frutíferas. Será um local ideal para o desenvolvimento do serviço de acolhimento institucional na modalidade casa-lar, por proporcionar um amplo e qualificado espaço para o atendimento de até dez crianças e adolescentes.

     A inauguração iniciou com as boas-vindas e um pequeno resumo da história da construção. Logo após, o Pe. João Pilotti, diretor do Centro de Educação Profissional São João Calábria, falou em nome da Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência: "É um espaço de acolhimento que permite às crianças e aos adolescentes vislumbrar um futuro melhor, num lugar onde serão cidadãos plenos e solidários. Nada substitui a família natural, mas vemos nestes abrigos, uma oportunidade de estabelecer novos vínculos com o acompanhamento de um casal social". Segundo ele, o espaço oferece um atendimento baseado no fortalecimento dos valores familiares.

      Camila Monteiro, vice-diretora e coordenadora das casas-lares comentou sobre a modalidade de acolhimento e a forma de trabalho que a instituição realiza. Disse "Este será um espaço de proteção e acolhimento de caráter excepcional e provisório, em que as dez crianças e adolescentes que irão residir, terão um amplo espaço para o pleno desenvolvimento de suas potencialidades, com muito afeto e cuidado de toda a equipe envolvida."

       O voluntário Jaime Monticelli agradeceu a presença de alguns patrocinadores do Jantar da Solidariedade e falou, em nome dos demais voluntários: "Estamos muito felizes! Após oito anos promovendo o Jantar Baile da Solidariedade conseguimos, hoje, concretizar este sonho. Somos gratos a todos Patrocinadores e Amigos que junto conosco apoiaram esta proposta que irá acolher, com segurança, mais algumas crianças, dando-lhes uma condição digna, até sua reintegração familiar."

       A Presidente da Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC), Sra. Vera Ponzio, representando o Prefeito, Sr. Nelson Marchezan Jr., destacou que a prefeitura, por meio da FASC, é uma parceria que vem construindo, no dia-a-dia, o melhor para as crianças em situação de risco e vulnerabilidade, parabenizando a equipe. Acrescentou que: "Nós acreditamos que o caminho é ofertar condições dignas para que eles possam fazer escolhas positivas e serem tratados com carinho e atenção, construindo um futuro melhor lá fora."

        Para a Promotora de Justiça da Infância e da Juventude de Porto Alegre, Dra. Cinara Dutra Braga, a parceria do poder público com a sociedade civil organizada é necessária para qualificar o atendimento aos cidadãos. E enfatizou: "Eu realizo as fiscalizações de todo o acolhimento em Porto Alegre e vejo que o trabalho que o Abrigo João Paulo II realiza é diferenciado. A organização, cuidado e dedicação que profissionais têm com os acolhidos é maravilhoso e percebemos isso na educação das crianças, na organização das casas, no cuidado com as roupas e com a saúde promovendo um atendimento de excelência."  

           Ao final da cerimônia Pe.Cláudio Antônio Bianchet, diretor do Abrigo João Paulo II, convidou o casal Flávio e Ana, pais sociais da casa- lar Sagrada Família, juntamente com os acolhidos, e os presenteou com uma imagem da Sagrada Família, dando a bênção no novo lar para que este espaço seja de muito afeto, harmonia e de desenvolvimento pessoal para todos que passar por lá. Após, foram convidados alguns presentes para abrir oficialmente a porta da casa.

          O Abrigo João Paulo II agradece a presença das autoridades, religiosos, voluntários, colaboradores, benfeitores e acolhidos que estiveram neste momento tão importante para a família Calabriana.

View the embedded image gallery online at:
https://abrigojoaopauloii.org.br/724-inauguracao#sigProId5702203d30