AJPII participa de palestra no TCE

        No dia 19 de março, o Abrigo João Paulo II esteve representado pelo setor administrativo no Tribunal de Contas do Estado - TCE-RS, para participar da palestra sobre Desigualdade de Gênero: a Atuação do TCE-RS.

        Rita Gattiboni auditora pública externa (APE) do TCE-RS,  falou sobre a  necessidade de avaliar as políticas públicas para as mulheres que teve surgimento no Tribunal em 2011, após a realização de uma auditoria de admissões em um concurso público para o cargo de operário, onde as mulheres aprovadas não foram chamadas porque o gestor municipal julgou que somente homens poderiam assumir o posto. Esse fato levou um grupo de auditoras que trabalharam no caso a solicitar que o Órgão de Controle verificasse as políticas públicas nos Municípios, o que passou a ocorrer em 2016.

        Na sequência, a palestrante Denise Dora, sócia-fundadora da ONG Themis ? Gênero, Justiça e Direitos Humanos, organização que luta pelos direitos das mulheres há mais de 25 anos explicou o surgimento das políticas públicas; os conceitos de liberdade, igualdade e direitos humanos e explanou também, a importância da Lei Maria da Penha.

        Já Marlise Maria Fernandes, ex-subsecretária de Articulação Institucional na Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, lembrou a necessidade do acompanhamento dos agressores para que não ocorra reincidência, ressaltando que os gestores públicos precisam assumir a responsabilidade para evitar casos de feminicídio. Por fim, a auditora pública externa do TCE-RS Eliane Marques abordou o tema do feminismo negro e os desafios a serem vencidos na luta contra a desigualdade racial.

        Para o Abrigo João Paulo II é de grande valia a participação em debates como esse, onde o papel dos direitos humanos é valorizado e debatido.