Acolhidos assistem espetáculos no Theatro São Pedro

          Do dia 10 ao dia 14 de outubro, algumas crianças e adolescentes que estão acolhidas nas casas-lares do Abrigo João Paulo II tiveram a oportunidade de prestigiar alguns espetáculos infantis. Os ingressos foram destinados pela Drª. Cinara Vianna Dutra Braga, Promotora de Justiça de Porto Alegre.

         Na semana do dia das crianças possibilitou que inúmeros acolhidos de diversas instituições de Porto Alegre pudessem assistir aos espetáculos Nina, O Monstro e o Coração Perdido, João e Maria, Chapeuzinho Vermelho e O Maravilhoso Mágico de Oz.

           No dia 10 de outubro, a Casa-lar Espírito Santo assistiu ao espetáculo Nina, O Monstro e o Coração Perdido. O espetáculo fala "Debaixo da cama da Nina morava um monstro do qual ela já teve muito medo, mas hoje virou seu melhor amigo. E pra ele que ela contava todas as coisas boas e ruins que lhe aconteciam. Com o tempo Nina foi se inundando de tristeza e como não queria mais sofrer, deixou que o Pássaro de Rapina levasse o seu coração. Mas, a solução foi ilusória e Nina ao abdicar do sentir acabou na verdade sentindo-se cada vez mais vazia, sem alegrias, sem vontade de nada. Arrependida, pede a seu amigo que traga o coração de volta e ele parte para cumprir a missão.", conforme site do teatro.

           No dia 12 de outubro, as casas-lares  Coração de Jesus, Divina Providência e Pérolas do Amanhecer assistiram o  espetáculo João e Maria que conta "Duas crianças por falta de alimento são lançadas à sorte, abandonadas pelo seu pai (lenhador). Expostas ao medo elas desbravam o desconhecido, sem saber que na densa e misteriosa floresta, alguém os aguarda, com sedutores doces e palavras suaves reveladoras do perigo. Esse texto, adaptado da clássica obra dos Irmãos Grimm, com uma problemática tão atual, revela o quanto através dos tempos, a inocência das crianças vem sendo ofuscada pela dura violência que está além do lar e da proteção dos pais." conforme site do teatro.

       No dia 13 de outubro, os acolhidos da casa-lar São José prestigiaram o espetáculo Chapeuzinho Vermelho que conta "Nesta fábula ambientada na contemporaneidade, Chapeuzinho Vermelho tem uma mãe ocupada, um pai ausente e uma avó doente e solitária. A rua é perigosa e, em casa, o tédio briga com a vontade de brincar. Teatro, dança, música e contação de história abordam com humor temas como a imaginação infantil, o medo e a curiosidade da criança diante do desconhecido." conforme sinopse no site do teatro.

            Já no dia 14 de outubro, os acolhidos das casas-lares Farol da Esperança e Sagrada Família prestigiaram o espetáculo O Maravilhoso Mágico de Oz que "A montagem gaúcha caracteriza-se por ser um musical em que os atores cantam, dançam e a música é toda tocada ao vivo. Haverá muitos números de mágicas e também coreografias de dança e performances circenses. O espetáculo conta as aventuras de Dorothy pela fantástica e misteriosa Terra de OZ, após ser levada por um ciclone. Neste mundo intrigante encontra um espantalho, um homem de lata, um leão, uma bruxa, um mágico e muitos mistérios a serem desvendados. Mas, o roteiro revela ainda sentimentos de amizade, medo, covardia, amor." conforme sinopse no site do teatro.

             O Abrigo João Paulo II agradece o apoio do Ministério Público que proporcionou momentos de muita diversão e alegria aos acolhidos das diversas instituições.