Loading color scheme

Acolhimento Institucional para Adultos

Casa Girassol

Casa Abrigo Temporário - Constitui-se em um serviço de abrigo temporário e de caráter sigiloso se assemelha a uma residência e atende até 10 pessoas com atendimento integral às mulheres, podendo estar acompanhadas de seus filhos, em situação de violência doméstica e de gênero, sob o risco de morte iminente. A DEAM - Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e o CRM - Centro de Referência para Mulheres em situação de violência são responsáveis pela avaliação de risco e pelo encaminhamento das mulheres a casa abrigo, bem como o seu acompanhamento e desligamento da unidade.

A casa Girassol funciona 24h ininterruptamente e conta com uma coordenação técnica e 4 cuidadoras para acolher e orientar as mulheres nas rotinas diárias, durante a permanência delas na casa. Este espaço busca garantir a segurança e a proteção destas mulheres para a reconstrução da cidadania bem como o resgate da auto-estima e seu empoderamento. Contribuindo para o rompimento do ciclo da violência vivenciada por estas mulheres.
Local: em Viamão há 1 unidade: Casa Girassol

 

Residenciais Inclusivos

É uma unidade de acolhimento institucional, no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do SUAS – Sistema Único de Assistência Social, para maiores de 18 anos com deficiência intelectual, ausência de retaguarda familiar e histórico de acolhimento institucional no município de Porto Alegre. Busca-se desenvolver qualidade de vida para cada um dos residentes acolhidos, tornando-os cada vez mais protagonistas de suas vidas. A construção da capacidade de autogerenciamento se apresentará de forma singular para cada indivíduo.
Local: em Porto Alegre há 1 unidade: Residencial Inclusivo São João Calábria

São oportunizados estes espaços elencados, abaixo, conforme as capacidades de cada residente.

Escola: Alguns residentes acolhidos frequentam a rede pública de ensino, estudando em instituições escolares especiais, onde são incluídos pela idade e diagnóstico. A coordenação técnica, psicólogo, assistente social e terapeuta ocupacional acompanham o desenvolvimento escolar em recorrente contato com tais instituições.
Oficinas Pedagógicas e Cursos Profissionalizantes: Tais iniciativas visam proporcionar atividades, no contraturno escolar e promovem o conhecimento do mundo do trabalho, incentivando-os a planejar a médio/longo prazo sua vida para a construção de uma autonomia financeira.
Atividades de recreação e lazer: Pretendem resgatar o direito de brincar e aprender a conviver em grupo e com as diversidades, além da oportunidade de lapidar e desenvolver habilidades e talentos, tais como desenho, dança, teatro, canto, etc.
Atividades de formação integral: Têm como objetivo resgatar valores éticos e humanos com base na filosofia calabriana e cristã.
Atividades de higiene e saúde: Visam orientar os acolhidos com relação à saúde, à higiene, o cuidado com as roupas, à prevenção de doenças entre outros.
Inserção no mercado de trabalho: a instituição busca parceria com empresas para a colocação destes jovens no mercado de trabalho visando a autonomia.