Encontro promove reflexão sobre profissão e missão: direitos e deveres

      Nos dias 11 e 12 de junho, foi realizado o encontro de formação continuada com o tema "Profissão e missão: direitos e deveres" para todos os pais sociais, educadores sociais, equipe técnica e administrativa do Abrigo João Paulo II, na sede, em Porto Alegre.

        Pe. Cláudio Bianchet, diretor do Abrigo João Paulo II, iniciou o encontro com uma reflexão de São João Calábria que fala sobre a mística do trem, comenta " algumas vezes em nossa vida, já tivemos a oportunidade de ver ou de até viajar de trem ou metrô. E o trem só consegue proceguir em seu caminho, graças aos trilhos que o orientam e não os deixam desviar em outras direções. A Obra de Calábria, aqui no caso, o Abrigo é como o trem  ao qual todos nós temos a responsabilidade de conduzir e cuidar para que não descarrilhe nas armadilhas do mundo." 

       Pe. Gilberto Bertolini, presidente da Congregação dos Pobres Servos da Divina providência no Brasil, conduziu o tema que é um dos assuntos do livro "Como um Farol ? Comprometimento e Transparência", comentou "Cada pessoa tem uma razão de ser ou um sentido para a vida. E a vida tem um propósito concreto, pois não somos fruto do acaso. Algo mais profundo nos define e nos identifica. Por isso vamos refletir porque estamos aqui realizando esse trabalho? Qual a nossa missão? O que compete a mim? Qual a minha responsabilidade com a Obra Calabriana?"

       Pe. Gilberto contou a parábola da construção de uma catedral e passou o vídeo com a música Cidadão de Zé Ramalho, que promove a reflexão de um pedreiro que ajudou a construir inúmeros edifícios e escolas e não tem permição par entrar ou para o filho estudar. O sentido de pertença, pois além da profissão e da missão, também reflitio sobre a vocação e a paixão promovendo uma visão mais ampla daquilo que somos e fazemos de nossas vidas.

      Com a apresentação de Ikigai "uma razão para ser" realizou a discução em pequenos grupos com os questionamentos: O que sou bom e o que faço bem? O que amo? O que sou pago para fazer? O que o mundo precisa? Convidou os participantes a partilharem seus diálogos.

      O Abrigo João Paulo II agradece a presença e o apoio de Pe. Gilberto nestes espaços de reflexão, diálogo e de promoção do carisma Calabriano. Deseja que Deus proporcione muita força e realizações em vida e missão.