Ministério Público de Viamão beneficia projetos do Abrigo Cisne Branco

        No dia 06 de junho, o abrigo residencial Cisne Branco, representado pela coordenadora Maria Aparecida de Jesus, recebeu um veículo Spin de Drª. Tatiana Alster, Promotora de Justiça da Infância e Juventude de Viamão, em um momento solene no espaço de acolhimento, em Viamão.

        No evento estavam presentes no evento o Dr. André Pacheco, Prefeito Municipal de Viamão; Drª. Tatiana Alster, Promotora de Justiça da Infância e Juventude de Viamão; Sr. Carlos Pires, Diretor Geral da Secretaria de Assistência Social, e representou a Sr. Maria Rita Cardozo , Secretária da Assistência Social; Sr. Cleber do Nascimento, Coordenador da Proteção Social Especial de Alta Complexidade; Pe. Gilberto Bertolini, Presidente da Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência; Sr. José Alceu de Carvalho, presidente do Rotary, Silvia Pontes, voluntária da instituição e os conselheiros tutelares de Viamão.

      A parceria entre o Ministério Público de Viamão e o Ministério Público do Trabalho da 4ª região, que possibilitou a consolidação do projeto "Guiar a Esperança" que teve por objetivo a aquisição de um veículo com sete lugares para auxiliar no deslocamento dos acolhidos para os atendimentos médicos, visitas, encaminhamento para a escola e demais necessidades da coordenação e equipe técnica do abrigo residencial Cisne Branco que é a porta de entrada do acolhimento do município de Viamão.

     O projeto "Um Lugar Feliz" que visa à adequação dos banheiros, da cozinha e de mais algumas reformas estruturais no Cisne Branco também foi aprovado por esta parceria entre o MP e o MPT e as obras iniciaram ainda neste mês de junho.

     Ir. Lauri Carlesso, diretor do Abrigo João Paulo II mencionou o número de acolhidos que já passaram desde 2014 quando a instituição assumiu o Abrigo Cisne Branco, sendo mais de 344 crianças e adolescentes acolhidas tendo proteção e a garantia de seus direitos.

    Dr. Tatiana Alster, Promotora de Justiça da Infância e Juventude de Viamão, fez referência ao bom trabalho que o Abrigo Cisne Branco desenvolve, principalmente por ser a porta de entrada, ou seja, o primeiro ambiente que as crianças e os adolescentes são recebidos. Mencionou a parceria do MP com o MPT que possibilitou a concretização destes projetos e colou-se a disposição do que for necessário para a garantia do trabalho no acolhimento de Viamão.

      Dr. André Pacheco, Prefeito de Viamão, agradeceu o trabalho que o Abrigo João Paulo II realiza no município e a dedicação da Drª. Tatiana junto ao Ministério Público que busca a garantia de direitos e parcerias para a melhoria dos serviços. Comentou sobre a grave crise política e econômica que o país vive e que de certa forma interfere no bolso de todos, mas acredita que o trabalho conjunto entre os poderes e a sociedade possibilita a melhoria dos serviços e do atendimento da população.

      Sr. Joana Denise Reis, Conselheira Tutelar, comentou a importância da doação do veículo para o município de Viamão, pois o conselho trabalha em parceria com o Cisne Branco e muitas vezes quando há a necessidade de uma intervenção e não tem veículo disponível a Maria Aparecida, coordenadora do Cisne, apoia emprestando o carro. Em nome de todos os conselheiros agradeceu o trabalho que o Cisne realiza com os acolhidos por meio do cuidado e da garantia de direitos.

      Pe. Gilberto Bertolini, Presidente da Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência, agradeceu o trabalho do Ir. Lauri Carlesso, do Ir. Cleber Monegat, do Pe. Cláudio Bianchet, da Camila Monteiro, vice-diretora e coordenadora das casas-lares, da Maria Aparecida de Jesus, coordenadora do Cisne Branco e de todos os leigos que se dedicam ao trabalho no Cisne e em todo o Abrigo João Paulo II, pois a congregação possui poucos religiosos e não consegue realizar as atividades sozinha necessita do apoio dos colaboradores e dos órgãos públicos para a realização do cuidado com o mais pobre e abandonado, que é a missão da congregação no mundo.  

     O termo de Cooperação entre o Ministério Público do Rio Grande do Sul - MP e o Ministério Público do Trabalho da 4ª Região - MPT foi firmado em setembro de 2017, pelo procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, representando o MP, e o procurador-chefe, Rogério Uzun Fleischmann, representando o MPT. O termo tem como objetivo facultar ao MPT destinar bens e valores oriundos de termos de ajustamento de conduta ou multas decorrentes de ações civis públicas para entidades indicadas pelo MP ou ao Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL), instituído por Lei Estadual, desde que a destinação contemple áreas de atuação pertinentes concomitantemente às atribuições das duas instituições.  

     Pe. Cláudio Bianchet, diretor do Abrigo João Paulo II, promoveu o momento de oração e bênção do veículo e das pessoas que forem conduzir os acolhidos e todo os envolvidos no trabalho de acolhimento institucional que estavam presentes. Após a cerimônia de entrega do projeto foi realizado um coquitel com todos os presentes.

      O Abrigo João Paulo II é muito grato pelo apoio e dedicação da Drª. Tatiana que não mede esforços para desenvolver seu trabalho e promover articulações com os poderes públicos sempre visando o melhor atendimento das crianças e adolescentes do acolhimento institucional do município de Viamão. Agradecemos também o apoio Dr. Fabiano Dallazen e Dra. Cinara Vianna Dutra Braga do MP e ao Dr. Marcelo Goulart, Procurador do MPT, pela assinatura do Termo de Cooperação e pela confiança na destinação dos recursos que beneficiaram dos dois projetos para o Cisne Branco.