?Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida?

        Nos dias 11 e 12 de abril, ocorreu o encontro de formação continuada para os pais sociais, educadores sociais, equipe técnica, administrativa e demais colaboradores, na sede administrativa do Abrigo João Paulo II, em Porto Alegre. O encontro foi conduzido por Don Dadeus Grins, arcebispo-emérito de Porto Alegre, que falou sobre a Campanha da Fraternidade e sobre a Encíclica do Papa Francisco - Laudato Si [Louvado seja].
        Ir. Lauri Carlesso, diretor do Abrigo João Paulo II, apresentou Don Dadeus e agradeceu a presença de todos neste segundo momento formativo do ano. Don Dadeus fez uma reflexão sobre a existência do sistema solar, fez referência ao número de vezes o Sol é maior que a Terra e da importância dessa relação de energia, para que a Terra tenha condições de manter vida animal, vegetal e mineral.
 
       A importância do amor gratuito e sem esperar nada em troca; o que é realmente necessário para a existência do ser humano na Terra?; o consumismo e a produção industrial; as relações de amizade e confiança entre as pessoas; a estruturação da sociedade atual; a relação da natureza com a humanidade; os Biomas de nosso país e a importância que cada um tem  no contexto global; o todo e a parte de cada estrutura entre outros assuntos permearam a reflexão sobre a Campanha da Fraternidade.
 
       Don Dadeus também comentou sobre a encíclica do Papa Francisco que estabelece uma "relação íntima entre os pobres e a fragilidade do planeta", que fala sobre o cuidado da casa comum. Comentou sobre São Francisco de Assis, um o exemplo por excelência do cuidado pelo que é frágil e por uma ecologia integral, vivida com alegria e autenticidade. É o santo padroeiro de todos os que estudam e trabalham no campo da ecologia, amado também por muitos que não são cristãos. Manifestou uma atenção particular pela criação de Deus e pelos mais pobres e abandonados.
 
       Francisco amava e era amado pela sua alegria, a sua dedicação generosa, o seu coração universal. Era um místico e um peregrino que vivia com simplicidade e numa maravilhosa harmonia com Deus, com os outros, com a natureza e consigo mesmo. Nele se nota até que ponto são inseparáveis a preocupação pela natureza, a justiça para com os pobres, o empenhamento na sociedade e a paz interior. 
 
     O PSDP ? Abrigo João Paulo II agradece os momentos de reflexão e partilha que Don Dadeus proporcionou a toda a equipe da instituição. Desejamos muita saúde e que Deus abençoe muito sua vida e missão!